Dança Bacana

O projeto

O Dança Bacana é um projeto realizado pela Associação de Arte, Esporte e Cultura (AACE) via ProAC-ICMS há dois anos. Com patrocínio de empresas como o Instituto Algar e a TS Tech, oferecemos aulas de Balé e Danças Urbanas para 200 crianças e adolescentes de 7 a 14 anos. Atualmente, as cidades beneficiadas são Ribeirão Preto e Leme, ambas no interior do Estado de São Paulo.

O programa tem como objetivo democratizar o acesso a cultura e oferecer, de forma gratuita, uma formação integral aos alunos: temos as duas modalidades de dança como fios condutores, porém, abordamos diversas outras manifestações artísticas no decorrer do projeto.

Cada edição do projeto dura cerca de 12 meses e, ao final, realizamos espetáculos de encerramento, momentos em que as crianças e os adolescentes têm a oportunidade de mostrar tudo o que aprenderam no projeto e tornarem-se protagonistas.

Ano I

O primeiro ano do Dança Bacana teve sua execução em Ribeirão Preto e Descalvado. Durante 12 meses, 200 crianças e adolescentes tiveram a oportunidade de conhecerem o nível inicial das duas modalidades.

O projeto contou com três eventos: dois de lançamento, sendo um em cada cidade, e um de encerramento, centralizado em Ribeirão Preto. Nele, promovemos o nosso primeiro espetáculo: “Volta ao Mundo” apresentou músicas e danças de vários países, terminando com a “Apoteose”, mostrando que apesar das nossas diferenças geográficas e culturais, somos todos um só povo.

 

Ano II

Ainda em execução, o segundo ano do projeto manteve as atividades em Ribeirão Preto e migrou o núcleo de Danças Urbanas para Leme. Ainda com o mesmo objetivo, o Dança Bacana II trabalha as crianças e os adolescentes regularmente matriculados no projeto de forma mais ampla, exigindo mais na técnica de dança e oferecendo mais vivências culturais para elas e eles.

Profissionais

Para a execução do Dança Bacana, contamos com a contratação de profissionais da área da dança com formação e experiência.

É importante salientar que os núcleos (Ribeirão Preto e Leme) contam com professores e monitores, além de uma equipe multidisciplinar da entidade para a realização de atendimentos (psicólogos e assistentes sociais).

Acreditamos que por meio da seleção dos profissionais e da contratação de pessoas altamente qualificadas, consigamos executar um projeto de alto nível, capaz de transformar a realidade de crianças e adolescentes que não possuíam a oportunidade de praticar manifestações artísticas.

Conheça a equipe técnica do Dança Bacana

Greice Ariane – Professora de Balé

Isabella Belido – Monitora de Balé

Evérton Silva – Professor de Danças Urbanas

Ana Roberta Evangelista – Monitora de Danças Urbanas

Expectativa

Esperamos que o projeto Dança Bacana seja uma ação consolidada e contínua na história da AACE, uma vez que o projeto é de grande importância para a democratização de acesso à cultura e para as famílias que já foram, são e serão contempladas com as ações do projeto.